COMO DETERMINAR A CLASSE DE UM SPDA?

A classe de SPDA é determinada a partir da norma NBR 5419/2015 parte 2- Análise de Risco, sendo que os níveis são calculados na análise de necessidade ou análise de risco.





As classes de SPDA são caracterizadas por:


a) Dados dependentes da classe de SPDA

- Parâmetros de descarga atmosférica (tem na norma ABNT NBR 5419 -1:2015, tabela 3 e 4).

- Raio da esfera rolante, tamanho da malha e ângulo de proteção (5.2.2)

- Distância típicas entre condutores de decida e dos condutores em anel (5.3.3)

- Distância de segurança contra centelhamento perigoso (6.3)

- Comprimento mínimo dos eletrodos de terra (5.4.2


b) Fatores não dependentes da classe do SPDA

- Equipotencialização para descargas atmosféricas (6.2)

- Espessura mínima de placas ou tubulações metálicas nos sistemas de captação

- Matérias do SPDA e condições de uso (5.5)

- Matérias, configuração e dimensões mínimas para captores, descidas e eletrodos de aterramento (5.6)

- Dimensões mínimas dos condutores de conexão (6.2.2)





Parâmetros de descarga atmosférica

Os parâmetros da corrente da descarga atmosférica usados na série ABNT NBR 5419 são relacionados no Anexo A. Os parâmetros da corrente da descarga atmosférica em função do tempo usados para análise são relacionados no Anexo B, as informações para simulação da corrente da descarga atmosférica para fins de ensaio são dadas no Anexo C.



Raio da esfera rolante

O método da esfera rolante consiste em simular o rolamento de uma esfera com raio pré-definido em função do nível de proteção do SPDA (Tabela 2 da parte 3 da NBR 5914), sobre a edificação.





Ângulo de Proteção

De acordo com a norma vigente, o ângulo de proteção é definido a partir do nível de proteção e do plano de referência do elemento captor (consultando uma tabela com faixas de alturas e cruzando com o respectivo nível de proteção).




Distância típicas entre condutores de descida e dos condutores em anel.

Conforme a norma, é aceitável uma variação nos espaçamentos dos condutores de descidas de até 20%. Com isso, por exemplo, para a classe III, será permitido que o espaçamento entre as descidas seja de até 18 metros.



Distância de segurança contra centelhamento perigoso

À espessura desta camada a NBR 5419 dá o nome de distância de segurança. Ou seja, a distância de segurança é a espessura da camada de ar, concreto, tijolos ou de outro material isolante, capaz de evitar o centelhamentos perigoso entre o SPDA e uma estrutura metálica ou sistemas internos de energia e sinal.



Comprimento mínimo dos eletrodos de terra

O comprimento mínimo para nível III e nível IV é de 5 m, o que é facilmente atendido em quase todas as edificações desses níveis de proteção, uma vez que o comprimento mínimo do eletrodo não varia com a resistividade do solo.



Fatores não dependentes da classe do SPDA


Equipotencialização para descargas atmosféricas:

A equipotencialização é um conjunto de medidas para limitar as diferenças de potencial criadas por descargas atmosféricas nas instalações à níveis que possam ser suportáveis pelos componentes destas instalações, incluindo seus equipamentos, e também servem para reduzir o risco de choque elétrico







SPDA EXPERIENCE 100% ONLINE E GRATUITO

DE 18 A 22 DE OUTUBRO, INSCREVA-SE PELO LINK ABAIXO:

https://spdaeaterramentoexperience.com.br/organico














Fontes:

https://tel.com.br/conteudo-tecnico/novidades-da-nbr-54192015/spda-externo/

https://www.udesc.br/arquivos/udesc/id_cpmenu/9731/spda3_v5_19_15641593611725_9731.pdf

https://semanaacademica.org.br/system/files/artigos/artigo_-_francisco_coelho_cotta_jr3.pdf

https://tel.com.br/como-validar-um-eletrodo-de-aterramento-de-acordo-com-nbr5419-2015/

41 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo