Por que é necessário realizar Manutenção em Subestação?

‘’Manutenção tem o sentido de manter algo em um nível de funcionamento aceitável.’’


Consoante a NBR 5462, manutenção é a combinação de todas as ações técnicas e administrativas, incluindo as de supervisão, destinadas a manter ou recolocar um item em um estado no qual possa desempenhar uma função requerida.




De acordo com SLACK et al. (2002, p.644), a prática da manutenção tem os seguintes objetivos:


1) Redução de custos: por intermédio da Manutenção Preventiva, pode-se reduzir defeitos, impactando em menos ações corretivas, as quais têm valor de custo mais elevado que as ações de prevenção;


2) Maior qualidade de produtos: equipamentos em estado perfeito de funcionamento garantem a qualidade dos produtos finais;


3) Maior segurança: setor produtivo limpo e em boas condições de operação propicia maior segurança, confiança e motivação aos trabalhadores;


4) Melhor ambiente de trabalho: ambiente de trabalho limpo, seguro e organizado mediante atividades de manutenção, melhoram o nível de trabalho dos funcionários;


5) Maior vida útil dos equipamentos: o programa objetiva o aumento da vida útil dos equipamentos, por meio de ações de prevenção e melhorias específicas nos equipamentos;


6) Maior confiabilidade dos equipamentos: equipamentos bem cuidados têm intervalos de tempo maiores entre uma falha e outra, o que resulta em maior disponibilidade e velocidade de produção;


7) Maior valorização das instalações de produção: instalações bem mantidas têm maior valor de mercado.


Tipos de Manutenção


Manutenção Corretiva:

A manutenção corretiva ocorre após a falha do equipamento, com a finalidade de corrigir as causas e efeitos de problemas constatados. Ela pode ocorrer isoladamente ou em conjunto com a manutenção preventiva, pois esta pode localizar problemas que necessitem de ações corretivas. Ainda faz parte da corretiva a Manutenção de Melhoria, que é um conjunto de ações corretivas que tem por finalidade melhorar os equipamentos e reduzir as manutenções.


Manutenção Preventiva:

A manutenção preventiva é feita antes do acontecimento de um problema, que tem por objetivo manter o equipamento ou instalação em condições satisfatórias de operação e prevenir contra ocorrências adversas.

Ela pode ser dividida em três partes de acordo com o período pré-estabelecido: 


Manutenção preventiva programada: ocorre em intervalos pré-determinados. 


Manutenção preventiva condicional: ocorre quando o equipamento apresenta um baixo desempenho, logo não há um intervalo fixo.


Manutenção preditiva: baseada na probabilidade de um equipamento falhar. São analisadas amostras que indicam com que frequência surge um problema em equipamento específico. Com esse levantamento feito a cada ciclo estabelecido, faz-se manutenção mesmo que o equipamento apresente bom estado operativo, para assim reduzir o risco de falhas.


Manutenção Preventiva Periódica: 

  • Serão efetuadas 04 (Quatro) vezes ao ano na periodicidade de 06 (seis) em 06 (seis) meses e 03 (três) em 03 (três) meses, haverá desligamento no dia marcado previamente, quando além dos trabalhos descritos nos itens poderá ser executada também as correções apontadas nos relatórios anteriores e no mínimo deverão ser executados os seguintes serviços: 

  • Limpeza do piso da área da Cabine Primária tanto externa quanto internamente; 

  • Lubrificação e reparo dos trincos e portas; 

  • Reparo dos eventuais pontos de oxidação de fundo anti-corrosivo e posterior aplicação de acabamento na tonalidade da cor existente; 

  • Substituição de componentes danificados: lâmpadas, sinalizadores luminosos, reles, bobinas e todos os demais que forem necessários; 

  • Limpeza de componentes elétricos: chaves seccionadoras, muflas, para raios, buchas de passagem, transformadores de potencial e corrente de medição, transformadores de força e comando, barramento, disjuntores de alta e baixa tensão, limitadores de corrente de alta e baixa tensão e por fim painel de baixa tensão; 

  • Verificação de todas as conexões elétricas e ajustes dos contatos fixos em geral com aplicação de cobre coloidal ou produto equivalente em todos os contatos móveis;

  • Verificação do nível de óleo dos transformadores, completando-os se necessário; 

  • Eliminação de eventuais vazamentos, o que ocorrer independentemente das  manutenções programadas e com maior urgência. Verificação da calibragem dos reles tap.s dos transformadores; 

  • Medição da isolação dos equipamentos e da resistência de terra dos sistemas de aterramento. Testes de funcionamento dos dispositivos de proteção de manobra e sinalização.

FONTE: http://normativos.confea.org.br/ementas/visualiza.asp?idE menta=611&idTipoEmenta=1&Numero=

16 visualizações
  • Facebook - Círculo Branco
  • Google+ - Círculo Branco
  • YouTube - Círculo Branco
  • Instagram - White Circle

CONTATO

(92) 9 8143-0084 (WhatsApp)

(92) 3016-7001

E-MAIL

SOMOS ASSOCIADOS

Engenheiro Pablo Guimarães - © 2020 - Todos os direitos reservados