Norma 5419. Parte 3 – Danos físicos a estruturas e perigos à vida




É a parte que trata da proteção, no interior e ao redor da estrutura, contra danos físicos e lesões a seres vivos causados por efeitos da descarga atmosférica. A norma aponta que a medida mais eficiente contra esse tipo de dano é o sistema de proteção contra descarga atmosférica - SPDA, que normalmente é composto por um sistema de proteção interno e um externo que é composto por três subsistemas, captação, descida e aterramento (ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS, 2015).



SPDA Externo


O sistema de proteção externo é destinado a, por meio do subsistema de captação, interceptar uma descarga atmosférica para a estrutura protegida, conduzir a corrente da descarga de forma segura para a terra, através do subsistema de descida, e dispersar a corrente da descarga atmosférica na terra, por meio do subsistema de aterramento (ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS, 2015).


Pode ser Isolado ou Não Isolado:

  • Isolado: Quando o subsistema de captação e descida são posicionados de uma maneira que o caminho da corrente não fique em contato com a estrutura a ser protegida

  • Não Isolado: O tipo mais comum, quando os subsistemas de captação e descidas são distribuídos de uma maneira o caminho da corrente esteja em contato com a estrutura a ser protegida.


Já o sistema de proteção interno é destinado a redução dos riscos com centelhamentos perigosos dentro do volume de proteção criado pelo sistema externo utilizando isolação elétrica ou ligações equipotenciais entre os componentes do sistema externo e outros elementos eletricamente condutores internos à estrutura (ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS (2015).



Nível de Proteção. O que a norma relata?


A norma relata que o nível de proteção e as características da estrutura a ser protegida são o que determinam as características do sistema de proteção contra descargas atmosféricas que deve ser utilizado. A tabela 34 apresenta uma relação do nível de proteção com as classes de SPDA.


Tabela 34



A atualização da norma trouxe um aumento da quantidade de materiais a serem utilizados nos subsistemas do sistema de proteção externo. A norma determina que na construção civil devam ser utilizados materiais que possam suportar a corrosão da estrutura protegida e dos componentes do SPDA e os efeitos eletromagnéticos da corrente da descarga.


A tabela 35 apresenta uma lista de materiais que a norma recomenda na utilização da construção do SPDA devido as suas características de comportamento mecânico, elétrico e de corrosão.


Tabela 35



Para evitar afrouxamento ou quebra de condutores por forças eletrodinâmicas ou até mesmo mecanismos acidentais, a ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS (2015), estipula que a fixação entre os condutores do SPDA devem estar em até um metro um do outro, quando os condutores estiverem em sentido horizontal, e 1,5 metros em sentido vertical. A norma ainda cita que é vetado a utilização de emendas nos condutores e que as conexões dos condutores além de serem minimizadas, devem ser realizadas por meio de soda exotérmica ou elétrica ou conexões mecânicas de pressão ou compressão.


A ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS (2015) disponibiliza informações com valores e materiais para o dimensionamento dos elementos dos subsistemas de captação e de descida, tabela 36, e de aterramento do SPDA, tabela 37.



Tabela 36



Tabela 37



Visando uma redução do custo total de uma obra, a ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS (2015) possibilita que o projeto estrutural de uma edificação possa ser produzido de forma que as partes metálicas da estrutura sejam utilizadas como componentes naturais de um SPDA. Para isso, a armadura de aço dentro de estruturas de concreto armado deve ser contínua, quer dizer que pelo menos 50% das conexões entre barras horizontais e verticais sejam firmemente conectadas e as conexões entre as barras verticais necessitam ser soldadas, ou unidas com arame cozido, cintas ou grampos, trespassadas com sobreposição mínima de vinte vezes seu diâmetro.










Quer saber mais? Acompanhe nosso canal no youtube:

Elétrica Academy - Eng. Pablo Guimarães





Gostou deste conteúdo?

Conheça nossos cursos

Clique e saiba mais >>>

https://www.pabloguimaraes-professor.com.br/cursosonline





VOCÊ CONHECE NOSSO CURSO EXPERT EM LAUDO E PROJETO DE SPDA E ATERRAMENTO?


CLIQUE NO LINK ABAIXO, FAÇA PARTE DO CURSO MAIS COMPLETO DE SPDA DO BRASIL!

https://engpabloguimaraes.com.br/inscricaospdaeaterramento






Fonte:

https://repositorio.uniceub.br/jspui/bitstream/235/12375/1/21341610.pdf


Posts recentes

Ver tudo