Qual a periodicidade da manutenção do SPDA?

A norma vigente (NBR 5419) do Sistema de Proteção contra Descargas Atmosféricas, o SPDA (para-raios), fala que o sistema passa a ser confiável com a regularidade das inspeções que irá determinar o prazo para a manutenção de acordo com avaliação do profissional.

No item 7.4.1 a norma diz: "A regularidade das inspeções é condição fundamental para a confiabilidade de um SPDA". O responsável pela estrutura deve ser informado de todas as irregularidades observadas por meio de relatório técnico emitido após cada inspeção periódica. Cabe ao profissional emitente da documentação recomendar, baseado nos danos encontrados, o prazo de manutenção no sistema, que pode variar desde “imediato” a “item de manutenção preventiva”.

Ainda, de acordo com a norma, as inspeções devem ser feitas nas seguintes condições e períodos:

Durante a construção da estrutura; Após a instalação do SPDA, no momento da emissão do documento“as built”;Após alterações ou reparos, ou quando houver suspeita de que a estrutura foi atingida por uma descarga atmosférica;

Inspeção visual semestral apontando eventuais pontos deteriorados no sistema;

Periodicamente, realizada por profissional habilitado e capacitado a exercer esta atividade, com emissão de documentação pertinente, em intervalos determinados, assim relacionados: um ano, para estruturas contendo munição ou explosivos, ou em locais expostos à corrosão atmosférica severa (regiões litorâneas, ambientes industriais com atmosfera agressiva etc.), ou ainda estruturas pertencentes a fornecedores de serviços considerados essenciais (energia, água, sinais etc.); e três anos, para as demais estruturas.



A manutenção ineficaz do SPDA não protege as suas instalações.

É preciso adequar as instalações do SPDA (para-raios) à norma vigente da ABNT – Associação Brasileira de Normas Técnicas. Se as instalações não estão adequadas é preciso fazer um projeto de adequação que irá sinalizar o que é preciso para adequar o SPDA da edificação às exigências na norma técnica através da identificação de três tipos de inadequações do SPDA.

Podem ser observados três tipos de inadequações que serão sinalizadas no projeto: a primeira ocorre pela má execução do projeto executivo, a segunda ocorre pela falta ou má execução da manutenção periódica e a terceira ocorre pela falta de atualização com a atual norma técnica, ou seja, após a mudança de algumas prescrições normativas que visam proporcionar mais segurança às instalações da edificação de uma norma técnica da ABNT que já se encontra em vigor.

Ao realizar as adequações do SPDA, o contratante estará evitando autuações por parte de órgãos fiscalizadores (Ministério do Trabalho ou Corpo de Bombeiros) e evitará responder civil e criminalmente pelo condomínio por negligência ou omissão. Além de não cumprir as normas, o sistema ineficaz irá colocar em risco as instalações e as pessoas já que não irá funcionar adequadamente.

O Sistema de Proteção contra os Descargas Atmosféricos que estiver inadequado não irá garantir a devida segurança às pessoas, animais e as instalações da edificação. Estes estarão sujeitos a centelhamentos perigosos (pequenas descargas ou arcos elétricos que podem causar choques, incêndios ou queima de equipamentos eletroeletrônicos), o que pode danificar a estrutura da edificação.




Autor: Manter Engenharia


Siga nosso canal no YouTube:

https://www.youtube.com/channel/UCmYTP_Ps95CQ9wR9Tada6Jw


Estamos nas redes sociais:


👉 INSTAGRAM: https://www.instagram.com/eng.pablogu...

👉 FACEBOOK: https://www.facebook.com/engenheiropa... .


Para saber mais dicas e conhecer nossos cursos online acesse : https://www.pabloguimaraes-professor.com.br/cursosonline


CLIQUE NA IMAGEM E ACESSE



350 visualizações
  • Facebook - Círculo Branco
  • Google+ - Círculo Branco
  • YouTube - Círculo Branco
  • Instagram - White Circle

CONTATO

(92) 9 8235-9802 

 

(Ligação e WhatsApp)

E-MAIL

SOMOS ASSOCIADOS

Engenheiro Pablo Guimarães - © 2020 - Todos os direitos reservados