top of page

Projeto de SPDA: Quais itens devo entregar?





A instalação de um sistema de proteção contra descargas atmosféricas tem duas funções:


Primeira função: Neutralizar, pelo poder de atração das pontas, o crescimento do gradiente de potencial elétrico entre os solos e as nuvens, através do permanente escoamento de cargas elétricas do meio ambiente para a terra.


Segunda função: Oferecer a descarga elétrica que for cair em suas proximidades um caminho preferencial, reduzindo riscos de sua incidência sobre as estruturas.


A instalação de um sistema de proteção contra descargas atmosféricas não impede a ocorrência de raios, nem tão pouco atrai raios. É preferível não ter para-raios algum do que ter para-raios mal instalado.


Um para-raios corretamente instalado reduz significativamente os perigos e os riscos de danos, pois captará os raios que iriam cair nas proximidades de sua instalação.



Instruções:


Primeira instrução: Escolher um modelo de SPDA que melhor atenda às necessidades da edificação.


Método Franklin: Este método se baseia no uso de captores pontiagudos colocados em mastros verticais para se aproveitar os efeitos das pontas, (quanto maior a altura maior o volume protegido), volume este que tem a forma de um cone formado pelo triangulo retângulo girado em torno do mastro.












Método Eletrogeométrico (EGM): É considerada a mais completa ferramenta para proteção de estruturas, é baseado em métodos científicos de observação e medição dos parâmetros dos raios e ensaios de laboratórios de alta tensão. No modelo eletrogeométrico considera-se que o líder descendente caminha na direção vertical em direção a terra em degraus dentro de uma esfera cujo raio depende da carga da nuvem ou da corrente do raio e será desviado da trajetória original por algum objeto aterrado.




Método de Faraday: Este método consiste em instalar um sistema de captores formado por condutores horizontais interligados em forma de malha, quanto menor for à distância entre os condutores da malha melhor será a proteção obtida.














Segunda instrução - O projeto deve contemplar os seguintes elementos:
















Desta forma, para que o projeto e a instalação do SPDA saiam do papel, é preciso analisar se tudo foi idealizado dentro dos parâmetros exigidos pela NBR 5419, da ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas).

Quer aprender mais sobre SPDA e Aterramento? Temos uma metodologia completa e avançada que ensina do ZERO ao AVANÇADO todos os procedimentos técnicos e práticos para todos os serviços do ramo.


Se deseja aprimorar conhecimentos em projetos, laudos, inspeções, análises de risco e etc, essa é a metodologia correta para o seu desenvolvimento profissional. Direcionado tanto para quem está começando do ZERO como para quem já atua no ramo e deseja aprimorar e otimizar seus conhecimentos.



Esse é o treinamento mais completo do mercado, com referência Nacional no ramo.



Fonte:


66 visualizações0 comentário

Posts Relacionados

Ver tudo

Commenti


bottom of page